Voltar

29/10/2016 18:02

ABBC quer terceirizar novas empresas

A ABBC abriu nesta semana o Chamamento Público 001/2016 para cadastro de fornecedores para o contrato de gestão firmado com a Prefeitura em dezembro de 2013. É costume da ABBC, desde que iniciou o contrato em Bragança, terceirizar empresas. Essas terceirizadas acabam ‘quarteirizando’ os serviços e o resultado é este que a população enfrenta todos os dias na cidade, como filas para atendimento, falta de médicos, remédios e exames.

O chamamento, de acordo com o que foi publicado na Imprensa Oficial, visa o cadastramento de empresas especializadas na prestação de serviços na área da saúde e também para atuar na UPA Vila Davi e SAMU. Demais informações sobre o edital estão disponíveis na íntegra a partir de terça-feira, 1º, no site www.abbcsaude.org.br. Além disso, a ABBC abriu processo seletivo para dentistas trabalharem nas unidades de saúde do município. As inscrições abrem na segunda-feira, 31, no mesmo site.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

ORÇAMENTO- A ABBC recebe por ano cerca de R$50 milhões da Prefeitura, metade do orçamento da secretaria de Saúde. Mesmo assim causou transtornos na cidade devido o atraso de pagamentos a funcionários.

A ABBC está com os dias contados na cidade, já que o contrato que venceu em setembro foi renovado até o mês de março de 2017, que provavelmente será rompido pelo próximo prefeito, conforme Jesus Chedid (DEM), que aguarda decisão da Justiça para assumir o cargo em janeiro, adiantou.

PROTESTO- Ontem a GB recebeu informação de que alguns médicos novamente estariam iniciando um protesto contra o atraso nos salários, mas que ainda não paralisaram os atendimentos.

Fonte: Gazeta Bragantina


← Voltar