Voltar

10/08/2016 12:24

Agentes da saúde recebem capacitação para enfrentar da violência domestica

Agentes da saúde recebem capacitação para o enfrentamento da violência domestica .

Na sexta-feira, 5, ocorrem em Bragança Paulista a segunda capacitação do Projeto Estratégia de Saúde da Família (ESF) com foco na prevenção da violência doméstica. Mais de 100 agentes de saúde participaram da iniciativa, realizada no Napa (Núcleo de Apoio ao Professor e ao Aluno).

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A capacitação foi direcionada aos profissionais que atuam nas equipes do Jardim São Lourenço, Jardim Iguatemi, Vila Garcia, Jardim Águas Claras, Jardim São Miguel, Vila Davi, Henedina Cortez, Água Comprida, Morro Grande da Boa Vista, Biriçá do Valado, Araras, Hípica Jaguari, Vila Motta, Vila Bianchi, Jardim da Fraternidade, Jardim do Cedro e Padre Aldo Bollini.

 

O projeto é desenvolvido em parceria com o Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid). O encontro da última sexta-feira, 5, contou com a presença da promotora de Justiça Fabíola Sucasas Negrão Covas, do MP-SP, que falou sobre a prevenção da violência doméstica por meio do trabalho de ESF, e também sobre a Lei Maria da Penha, Inquérito Policial e Medidas Protetivas.

 

A coordenadora de Políticas para Mulheres de Bragança Paulista, a primeira-dama Rosângela Leme, e o secretário de Ação e Desenvolvimento Social, Marcos Roberto dos Santos, também marcaram presença e falaram sobre a rede de atendimento às mulheres vítimas de violência na cidade.

 

O encontro ainda contou com relatos de integrantes da equipe Guardiã Maria da Penha, outro projeto que está sendo desenvolvido em Bragança Paulista e que envolve a Guarda Civil. Também houve espaço para perguntas e debates sobre o tema.

 

O Projeto ESF consiste em capacitar os agentes de saúde para que, durante as visitas domiciliares, saibam identificar e orientar mulheres vítimas de violência doméstica, tendo em vista que na maioria das vezes esses profissionais são os primeiros a fazer contato com elas. Após a capacitação que ocorreu na última sexta-feira, 5, os agentes darão início a entrega qualificada da cartilha “Mulher Vire a Página”, que está prevista para ocorrer no mês de setembro.

Créditos: Jornal em dia


← Voltar