Voltar

16/06/2016 22:28

Alunos da USF participam de mutirão contra a dengue

Cerca de 130 alunos dos Cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Biomedicina e Medicina do Campus Bragança da Universidade São Francisco (USF) participam hoje de um mutirão da saúde para combater focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.
A ação será promovida pela Vigilância Epidemiológica (DIVE) e ocorrerá nos seguintes bairros: Parque dos Estados, Planejada I, II, III, Bairro Julieta Cristina (área adjacente à sede). Os alunos serão divididos em células e participarão junto com os Agentes Comunitários de Saúde.
Durante o mutirão, os alunos realizarão visitas nas casas, distribuição de material educativo, orientações à população e intervenções se necessário. Além disso, próximo a Igreja (Avenida Deputado Virgílio de Carvalho Pinto – Parque dos Estados) estará alocada a equipe de ação educativa, que também faz orientações, distribuição de material educativo, através de estratégias como “Casinha da dengue”, “Quiz da dengue”, amostra de larvas, “Mosquitão da dengue”, entre outros.
Até o início do mês de março, o município tinha notificado 16 casos autóctones de dengue (adquiridos no município) e 11 casos importados, nenhum de zika e nenhum Chikungunya.
O combate ao mosquito Aedes aegypti é a melhor forma de controle da dengue, zika e chikungunya. Os estudos evidenciaram que 80% da população contaminou-se em suas residências no ano passado. Nas primeiras cinco semanas de 2016 os casos de dengue atingiram a marca de 170 mil casos até 6 de fevereiro. Em comparação com o mesmo período de 2015 – ano que foi recorde de incidência ao se encerrar – o número representa um aumento de 46%.

Fonte: Gazeta Bragantina


← Voltar