Voltar

16/06/2016 22:30

Av. José Gomes da Rocha Leal: Dinheiro e tempo foram desperdiçados em obras

A Câmara Municipal solicitou para a Prefeitura informações sobre a obra de canalização de águas pluviais na Av. José Gomes da Rocha Leal. As obras levaram meses e nada foi resolvido, visto que os alagamentos continuam a acontecer, só mudaram de lugar.
As obras, com o objetivo de resolver os problemas das enchentes, foram idealizadas e realizadas por intermédio da secretaria de Serviços, comandada pelo secretário Moufid Doher.
Comerciantes prejudicados chegaram a fazer manifestações e pronunciamentos por meio da imprensa local, afirmando a total ineficácia da obra que, segundo eles, foi feita de forma afoita e sem orientação técnica e sem engenharia.
Segundo informações extraoficiais, a obra teria sido feita sob orientação do próprio secretário, cuja especialização é em indústria de confecção, sem as devidas orientações de engenheiros civis e técnicos. Gastou-se tempo, maquinários e dinheiro público com a obra.
Os questionamentos da Câmara foram: se existiu projeto técnico, memoriais e plantas; se seguiu projeto de engenharia e quem foi o responsável pela obra; se a Anotação de Responsabilidade Técnica- ART foi efetuada por engenheiro responsável; quem foi o responsável pela execução e fiscalização; se o processo, referente à execução da obra, foi aprovado pelo prefeito; qual foi o custo, com discriminação de materiais, maquinário, mão-de-obra, tabulação e reposição asfáltica; qual foi a metragem, quantidade e espessura da tubulação colocada no local e quantas horas de maquinários e mão de obra foram utilizadas na execução dos serviços.
Os pedidos foram feitos dia 1º de março e a Prefeitura tem 15 dias para responder, sob pena do prefeito incorrer em crime de responsabilidade.


← Voltar