Voltar

09/03/2018 11:28

Bragantino empata com a Ferroviária e permanece vivo no Paulista 2018

 

Em jogo morno, Ferroviária e Bragantino não saem do zero

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Buscando a vaga para as quartas de final, o Bragantino encarou a Ferroviária jogando fora de casa. A equipe do Massa Bruta não fez um grande jogo, tomou sufoco na maior parte do tempo, e não saiu do 0 a 0. O resultado complica o time para se classificar, pois vai depender de um tropeço do Ituano contra o Palmeiras, e precisará vencer o São Caetano na última rodada em casa. A equipe de Araraquara chegou aos 12 pontos e ainda corre riscos de ser rebaixada na rodada derradeira da primeira fase do Campeonato Paulista.

Na última rodada, o time de Bragança vai receber o São Caetano em busca da classificação. Já a Ferrinha encara a Ponte Preta, fora de casa.

Ferroviária e Bragantino não saíram do zero 
O jogo – A partida começou morna em Araraquara. O Bragantino tentou uma marcação avançada para roubar a bola e sair rápido, esperando o erro do adversário, que tentava penetrar, mas não encontrava espaços. Diante desse cenário, a Locomotiva abusava da jogada aérea, com pouca efetividade.

A marcação do Braga seguia se sobressaindo, mas aos 26 minutos, o time de Araraquara teve uma grande chance de abrir o placar com Léo Castro, que tentou de letra, depois de chute cruzado de Moacir, a bola foi pela linha de fundo. Mas o jogo era marcado por vários erros de passes das duas equipes, muita luta, trucando, e pouco futebol.

Léo Castro teve outra oportunidade, mas parou no goleiro Alex Alves, na sequência, o lateral Lázaro mandou para a lateral. E o primeiro tempo terminou zerado e sem grandes emoções.

No segundo tempo, os donos da casa pressionaram. Aos três minutos, Velicka tentou de longe, mas para fora. Diogo Mateus finalizou bonito, mas Alex Alves foi ainda mais feliz, fazendo bela defesa. Novamente com Diogo Mateus, a Ferroviária voltou a levar perigo, em cruzamento, o goleiro do Massa Bruta deu um tapa para escanteio.

Sem levar muito perigo durante toda a partida, O Bragantino só foi assustar aos 26 minutos, Vitinho recebeu de Miguel, mas parou em Tadeu. No escanteio, Guilherme cabeceou, e a redonda passou perto da trave, levando perigo a meta do time mandante. Na reta final, a Ferrinha tentou com Hygor de cabeça, mas não conseguiu marcar e o placar ficou em 0 a 0.



 


← Voltar