Voltar

19/08/2016 18:25

Burocracia dos bancos atrasa início da campanha

A desorganização, excesso de zelo e burocracia exacerbada dos bancos indicados pela Justiça Eleitoral, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, atrasará em pelo menos 10 dias o início da campanha previsto para terça-feira,16.
Ontem, os candidatos a vereador que procuraram os bancos, mesmo os particulares, receberam um prazo presumível de até 10 dias para terem as contas eleitorais abertas.
Esse fator prejudica muito os candidatos porque sem conta em banco e talão de cheques, não podem investir em publicidade ou outras despesas decorrentes da campanha. Neste ano, a Justiça eleitoral testa uma nova lei que impõe severas restrições além de o tempo de campanha estar reduzido para 47 dias, que na verdade, com essa demora passa a ser 37.
No Santander o prazo de abertura e recebimento de talonário é de no mínimo oito dias. Na Caixa e Banco do Brasil o prazo pode chegar até 10 dias. O procedimento adotado é o seguinte: o candidato leva o Requerimento o CNPJ, documento de identidade e comprovante original de endereço. O banco recebe, executa os procedimentos digitais e agenda uma data para o candidato retornar e abrir concluir a abertura da conta. Ontem a Caixa estava agendando retorno até para o dia 26.
CALENDÁRIO- Segundo consta no calendário eleitoral, hoje é o último dia para a Justiça Eleitoral enviar à publicação lista/edital dos pedidos de registro de candidatos apresentados pelos partidos políticos ou coligações e data a partir da qual os nomes de todos aqueles que constem do edital de registros deverão ser incluídos nas pesquisas realizadas com a apresentação da relação de candidatos ao entrevistado. Também é o último dia para os tribunais regionais eleitorais decidirem sobre os recursos interpostos contra a nomeação dos membros das mesas receptoras e pessoal de apoio logístico dos locais de votação, observado o prazo de três dias da chegada do recurso no tribunal.
Amanhã é o último dia para os juízes eleitorais responsáveis pela propaganda eleitoral no município realizarem sorteio para a escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito.

Fonte: Gazeta Bragantina. 


← Voltar