Voltar

19/07/2016 20:59

Câmara aprova R$ 420 milhões para combate ao Aedes e zika.

A Câmara dos Deputados aprovou medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 420 milhões para o combate ao mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de dengue, chikungunya e zika vírus. Parte do recurso será destinado exclusivamente para pesquisas referentes ao zika. O texto segue agora para análise pelo Senado.
A modalidade de crédito extraordinário é destinada a despesas urgentes ou imprevisíveis governo federal. No ano passado, o governo brasileiro confirmou a ligação do vírus da zika com a microcefalia. O número de casos confirmados da doença no Brasil chegou a 1.638. Neste ano, só até 2 de abril, foram registrados 802.249 casos prováveis de dengue em 2016,segundo o Ministério da Saúde.
A maior parte da verba liberada pela medida provisória aprovada, R$ 300 milhões, será destinada à compra de repelentes para grávidas que participam do programa Bolsa Família. Outros R$ 70 milhões irão para o combate ao mosquito Aedes aegypti por parte das Forças Armadas. Outros R$ 50 milhões serão reservados para o financiamento de pesquisas sobre o vírus da zika.
Os recursos serão divididos entre os ministérios de Ciência, Tecnologia e Inovação, Defesa e Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Fonte: Gazeta Bragantina.


← Voltar