Voltar

14/08/2017 11:48

Faros d’Ajuda inicia campanha contra a Leishmaniose em Bragança

Nos últimos meses, algumas cidades do Estado de São Paulo foram surpreendidas com a ocorrência de casos de leishmaniose em humanos e cães, apontando que a doença está avançando e fazendo novas vítimas, inclusive em áreas urbanas, locais, até então, de menor incidência.

Dentre as cidades que registraram casos de leishmaniose, em humanos ou cães, estão Marília, Tupã, Luziânia, Campinas, Indaiatuba e Valinhos. Diante disso, cidades da região estão em estado de alerta.

A leishmaniose é uma doença grave, uma zoonose, causada por um parasita e transmitida para pessoas, cães e outros animais por meio da picada de um mosquito chamado palha ou birigui. Sem o inseto, não há transmissão da doença. Sendo assim, a melhor prevenção ainda é evitar a proliferação do mosquito.

Observando o cenário atual, a Associação de Proteção aos Animais Faros d’Ajuda, atuante no município de Bragança Paulista, se antecipou e está realizando uma campanha contra a doença na cidade e promovendo a proteção de cerca de 300 cães sob sua responsabilidade. Destacando que os casos são pontuais, mas a cautela e prevenção nunca é demais para proteger as pessoas e os animais.

Na campanha, a instituição promove a conscientização da população sobre a gravidade da doença e estimula maneiras de prevenção. Nos cães sob sua responsabilidade, colocou coleiras à base de deltametrina que, além de fazer o controle de pulgas e carrapatos, é o repelente recomendado pela Organização Mundial da Saúde para impedir o contato dos cães com o mosquito transmissor da leishmaniose.

Com hábitos mais ativos ao entardecer e durante a noite, o mosquito é encontrado em lugares escuros, úmidos e onde há bastante plantas, pois se prolifera em matéria orgânica, como terra úmida, sombreada e com acúmulo de folhas, frutos e fezes de animais. Assim, medidas simples para manter o ambiente limpo fazem a diferença na proteção da população humana e canina contra a leishmaniose.

A associação conta com o auxílio e os conhecimentos da Médica Veterinária Marylene Pereira, que participou recentemente de um congresso sobre a doença em Jundiaí. A profissional vem contribuindo com a campanha trazendo dados estatísticos e posicionamentos técnicos atuais sobre a leishmaniose.

Sobre a Faros d’Ajuda

A Faros d’Ajuda é uma Associação de Proteção aos Animais sem fins lucrativos, com atuação na cidade de Bragança Paulista desde dezembro de 2005. Além disso, faz a gestão do Abrigo Municipal de Cães e Gatos, por meio de um convênio com a Prefeitura de Bragança Paulista. O Abrigo mantém em média 350 animais, entre cães e gatos.

A Associação realiza um trabalho que não se resume a cuidar dos animais, mas buscar resultados concretos que promovam a mudança cultural e social em favor da vida e do bem-estar animal. Promovendo a saúde, alimentação, o abrigo, tratamento e o bem-estar de animais abandonados, que estejam doentes, feridos ou sejam vítimas de agressões ou maus-tratos, concluindo a jornada com a doação responsável desses animais para novas famílias.

Além disso, a Faros d’Ajuda incentiva a posse responsável, realiza campanhas de conscientização e mobiliza a sociedade em prol do bem-estar animal, seguindo os valores de amor, respeito e proteção aos animais. “Quando abrigos não forem mais necessários teremos cumprido nossa missão”, afirma a Presidente da Associação, Márcia Davanso.

Ao longo desses 12 anos de atuação, a Faros d’Ajuda realizou mais de 20 mil castrações de cães e gatos, das quais inúmeras gratuitas. São quase 90 mil filhotes que deixaram de nascer com potencial de abandono. Dos animais acolhidos milhares foram adotados nas Campanhas de Adoção, entre eles vários especiais (idosos, com sequelas, paraplégicos).

Assessoria de Comunicação 
Associação de Proteção aos Animais Faros d’Ajuda
Contato: comunicacao.farosdajuda@gmail. com
Facebook: www.facebook.com/farosdajuda


← Voltar