Voltar

05/11/2016 02:15

Governo de SP aperta cerco contra fraudes nas bombas de combustíveis

O Ipem-SP, Ministério Público e outros órgãos de defesa do consumidor ligados aos governos estadual e federal estão promovendo operações conjuntas de fiscalização em postos contra fraudes nas bombas de combustíveis e outras irregularidades.

Participam das ações, além do próprio Ipem-SP, as secretarias de Estado da Fazenda, Justiça e Defesa da Cidadania e da Secretaria Pública, ANP (Agência Nacional de Petróleo), Fundação Procon.SP e Ministério Público do Estado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Do início deste ano até setembro passado, foram fiscalizados 7.690 postos de combustíveis. Desse total, foram apontadas irregularidades e autuados 1.090 postos. Das 87.141 bombas de combustível vistoriadas, 4.793 foram reprovadas. Em 2015, houve vistorias em 11.389 postos de combustível no Estado de São Paulo e foram verificadas 116.688 bombas, com 7.241 reprovadas e 1.209 autuadas.

As operações conjuntas também verificam outros tipos de irregularidades, como a qualidade do combustível e os produtos que são vendidos nas lojas de conveniência, fiscalizando as datas de validade dos produtos e outros itens.

As pessoas que se sentirem prejudicadas podem acionar os órgãos de proteção do consumidor. O Ipem-SP atende pelo telefone 0800 013 0522. O consumidor também pode recorrer ao Departamento de Polícia de Proteção ao Consumidor (DPCC), pelo telefone (11) 3338-0155.

Crédito/foto: Portal do Governo do Estado com adaptações


← Voltar