Voltar

21/02/2018 14:41

Jovem de Bragança Paulista morre com suspeita de febre amarela

 

Jovem de Bragança Paulista morre com suspeita de febre amarela


A família do Eric Perinazzo, de 26 anos, critica atendimento prestado no primeiro atendimento na Santa Casa de Bragança. Ele foi transferido para Campinas, onde morreu no domingo 

Um jovem de Bragança Paulista morreu no domingo (18) com suspeita de febre amarela. Eric Felipe Perinazzo, de 26 anos, morreu após ficar internado em um hospital em Campinas (SP).

De acordo com a Secretaria de Saúde, o jovem é morador do bairro Recanto Elisabeth e deu entrada no último dia 14 no Hospital Albert Sabin de Atibaia. Ele morreu quatro dias depois no hospital da Unicamp, em Campinas. Exames foram coletados para atestar ou descartar a doença. Não há data para o resultado.

A família do jovem critica o atendimento prestado no primeiro atendimento que ele teve na Santa Casa de Bragança Paulista - a prefeitura nega. Ele procurou o hospital com dor de cabeça e febre no último dia 9, após tomar a vacina contra a febre amarela.

"Ele tomou vacina contra a febre amarela e começou a ter essas reações logo em seguida. Ele procurou a Santa Casa no mesmo dia e foi liberado após uma injeção. Ele voltou todos os dias até o dia 13 na unidade, mas o médico disse que não era reação da vacina e só dava um remédio e liberava", contou a tia Alessandra Tavella.

Ainda segundo a família, depois de passar pelo hospital, os sintomas também passaram a ser diarréia e vômito. No dia 14, a família resolveu procurar o hospital Albert Sabin e ele foi encaminhado para a UTI. Por causa da gravidade, três dias depois houve a transferência para o hospital de Campinas.

"Ele teve paradas cardíaca, não resistiu e morreu. Não acreditamos que tenha sido febre amarela, mas sim reação à vacina. Ele procurou a Santa Casa e nada foi feito e não foi diagnosticado a causa", disse Alessandra.

A Prefeitura de Bragança Paulista negou falha no atendimento a Eric. "Profissionais da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças acompanharam o caso desde a passagem pela Santa Casa", informou em nota.

O governo também afirma que o paciente, possivelmente, já estava com a doença antes de tomar a vacina. "O início dos sintomas ocorreu menos de 24 horas após ter recebido a vacina, há suspeita que pudesse estar incubando o vírus da doença antes da vacinação", disse.

Casos confirmados
A Secretaria da Saúde de Bragança Paulista informou na última sexta (16) que os dois pacientes mortos com suspeita de febre amarela na cidade atestaram positivo para a doença. As vítimas são dois homens, de 52 e 74 anos.

Os dois pacientes com diagnóstico confirmados, sendo um caso importado e outro autóctone (contraído no município), são do Bairro Rural Morro Grande da Boa Vista, no limite com Atibaia.

O homem de 52 anos foi internado na UTI da Santa Casa no dia 13 de janeiro. O homem seguiu internado até o dia 16, quando faleceu. A sorologia atestou positivo para febre amarela.

O homem de 74 anos foi atendido no Hospital São Francisco. Ele deu entrada no dia 21 de janeiro e a prefeitura não informou a data do óbito. Esse paciente teve a morte confirmada por exame PCR e aguarda o resultado da sorologia.

G1


← Voltar