Voltar

23/02/2018 00:38

Obras na Praça 9 de Julho, dará nova cara e fluxo a região do Taboão

 


 
Prefeitura trabalha na Praça 9 de Julho para viabilizar o início das obras de urbanização no local
 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Na última segunda-feira (19/02) a Prefeitura da Estância de Bragança Paulista deu início aos trabalhos na Praça 9 de Julho que antecedem as obras da empresa FBF Construções e Serviços Eireli – EPP, responsável pela urbanização e obras de mobilidade no local.

 

 

 

 

Estiveram na Praça 9 de Julho, nesta manhã, os Secretários Municipais Alexandro de Souza Morais (Meio Ambiente) e Aniz Abib Junior (Serviços) acompanhando os trabalhos que iniciaram. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços, procederá com a retirada das árvores, bancos e paralelos das muretas que estão na área onde haverá a ampliação da faixa de rodagem.

 

 

 

 

A Prefeitura deverá optar pelo transplante de algumas árvores que serão removidas do local, a depender da análise da Secretaria do Meio Ambiente, como ressalta o Secretário Alex Morais “O trabalho da Secretaria do Meio Ambiente é fazer uma avaliação das árvores que serão transplantadas. O motivo do transplante é tentar recuperar parte dessa vegetação que será retirada do local, de forma que não seja simplesmente cortada. Vamos retirar somente aquelas que forem necessárias à execução da obra.”

 

 

 

 

A Secretaria do Meio Ambiente, após as obras na Praça, também deverá trabalhar num estudo para a recuperação da cobertura vegetal no local, com plantios específicos. E a Secretaria Municipal de Obras esclareceu que a remoção dos bancos ou dos paralelos das muretas não faz parte do contrato com a empresa e viabilizam os trabalhos para a retiradas das árvores, por isso a Prefeitura está realizando o serviço.

 

 

 

A ordem de serviços foi assinada pelo Prefeito Jesus Chedid em 15 de janeiro. As obras na Praça 9 de Julho estavam orçadas em R$ 778.931,04, mas com o trabalho da Comissão de Licitações nos certames, a Prefeitura economizou e a FBF Construções e Serviços executará as obras na Praça por R$ 599.679,09.

 

 

 

 

O projeto prevê o estreitamento da Praça no lado da Avenida dos Imigrantes para que a via seja duplicada, melhorando o fluxo de veículos. A calçada da praça será ampliada para a Rua Alpheu Grimello estendendo o espaço de circulação e vivência com canteiros e bancos em sua extensão. Permitirá a instalação de uma futura ciclovia e também trará um amplo espaço para eventos. O local onde está o trem da antiga estação ferroviária dará espaço a um bolsão de parada de ônibus o trem será removido do local e realocado num local a ser estudado pela Administração.

 

 

 

Sobre o projeto, os comerciantes da região da Praça Nove de Julho reuniram-se com a Administração Municipal para sanar algumas dúvidas e fazer sugestões antes do início das obras. Na ocasião, foi apresentado aos representantes dos estabelecimentos todo o contexto do projeto da Praça 9 de Julho. O Secretário Municipal de Mobilidade Urbana, Manoel Marcos Botelho, explicou que “para esse enquadramento das imigrantes, considerando transformar ela efetivamente numa via rápida e eliminar todo gargalo de trânsito causado por aquela rotatória da praça, eles se sensibilizaram e ficaram preocupados em relação ao boulevard que será construído anexo a praça”.

 

 

 

 

Com o diálogo realizado, no final de janeiro, e atendendo as reivindicações dos comerciantes, a Administração sugeriu, dentro do projeto, prever uma expansão da área de estacionamento, colocação de zona azul na praça e aumento da faixa de rolagem no viário que passa em frente aos estabelecimentos.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da DIMP/BP


← Voltar