Voltar

16/04/2020 21:55

Procon divulga números dos atendimentos no período de Coronavírus

Mais de 2.400 ligações foram recebidas após o início da pandemia

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Procon de Bragança Paulista divulgou números dos atendimentos no período de pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Após o início da pandemia, entre o período de 17 de março a 08 de abril de 2020, foram recebidas 2.400 ligações, sendo 150 diariamente.

Dentre os atendimentos, 880 ligações foram recebidas para tratar sobre preços abusivos em mercadorias de Supermercados, 150 denúncias sobre os preços do botijão de gás nas distribuidoras, 950 ligações sobre os preços das máscaras e álcool em gel em Farmácias, 20 esclarecimentos sobre estabelecimentos notificados e 420 ligações entre informações e procedimentos sobre cancelamento de viagens, mensalidades de escolas, transporte escolar, aluguel e entre outros.

Na última terça (14/04) e quarta-feira (15/04), o Coordenador Regional do Procon Campinas, Alahyr F. Cruz Júnior esteve fiscalizando alguns comércios de Bragança Paulista após denúncias de preços abusivos e falta de preços em mercadorias. "Além de verificar os preços e a falta dele em mercadorias, também estamos notificando as empresas para que apresentem as notas fiscais de venda ao consumidor dos últimos três meses, assim, iremos verificar se houve a majoração dos preços nesse período da pandemia", disse o Coordenador.

Foram fiscalizadas cinco farmácias, uma loja de produtos cirúrgicos e três supermercados nesses dois dias de fiscalização. De acordo com o Coordenador Regional, a multa sobre essas práticas irregulares varia de 700 reais a 10 milhões de reais.

Tendo em vista a situação de emergência em saúde pública no município, o Procon de Bragança Paulista não está trabalhando com atendimento presencial. Os atendimentos estão sendo feitos pelos telefones (11) 4034-7049/4034-7084, ou pelo e-mail atendimento.proconbraganca@gmail.com

Para serem tomadas as devidas providências em casos de práticas abusivas de preços de produtos em Bragança Paulista, orienta-se que, caso o consumidor tenha adquirido o produto, que guarde a nota fiscal e denuncie nos telefones (11) 4034-7049/4034-7084, para ser passado a fiscalização, que vem da Regional de Campinas.

O Procon-SP disponibiliza canais de atendimentos a distância para intermediar conflitos e orientar os consumidores. O aplicativo pode ser baixado nas plataformas Android ou iOS ou via redes sociais, marcando @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento. Já no site, o internauta deve acessar o site do Procon e clicar no botão "Faça sua reclamação" para acessar a área de login e se cadastrar.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Bragança Paulista


← Voltar