Voltar

28/04/2017 13:02

Programa de DST promove dia de mobilização contra a sífilis

A atividade é decorrente da Semana Paulista de Mobilização Contra a Sífilis, que acontecem entre 24 a 28 de abril. O programa de DST do município em parceria com a Universidade São Francisco e com o suporte da Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, ofereceu ao público na manhã desta quinta-feira (27), um teste rápido no estande colocado na Praça da Bíblia das 7h às 17h.

Os envolvidos nesta ação foram todos os funcionários do CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento: a Psicóloga Patricia, Lourdes Regina da Assistência Social, a enfermeira Alessandra e a Ana Maria técnica em enfermagem. O programa também contou com a presença de alunos e do docente do curso de medicina da USF, o Dr. José Ribamar Mendes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A campanha foi lançada ano passado, pela comissão Intergestora Bipatite do Estado de São Paulo. No dia 26 de abril, foi realizado o evento Sífilis Congênita “Juntos podemos mudar esta realidade” no Espaço Hakka, destinado aos gestores e profissionais da saúde.

Segundo os dados disponíveis no site da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, os números de casos continuam a crescer no país. Em 2015, foram notificados 19.228 casos de sífilis congênita em menores de 1 ano de idade, sendo 43% residente na região sudeste. No Estado de São Paulo, no mesmo ano, foram notificados 3.437 casos, que correspondeu a uma taxa de incidência de 5,4 por mil nascidos vivos.

O docente do curso de medicina da USF diz ser necessário reforçar e estabelecer medidas para combater a doença. As ações para eliminação da sífilis congênita encontram-se na atenção básica de saúde, na prevenção da sífilis em mulheres em idade fértil, em gestantes e nos parceiros sexuais, mediante o diagnóstico precoce, tratamento oportuno e adequado.


← Voltar